quarta-feira, 20 de agosto de 2014

ABERTURA DOS JOGOS ESCOLARES DE TAQUARITINGA DO NORTE-PE


JET 2014

Composição da Mesa


 
            Na manhã de hoje, 20 de agosto de 2014, aconteceu a abertura dos Jogos Escolares do Município. A quadra da Escola Francisca Moura Pereira foi palco do evento que contou com a participação de 12 escolas da Rede Estadual, Municipal e Privada, representadas por suas respectivas delegações.

           
           A  Secretária de Educação e Cultura, Ilka Paloma, dirigiu a cerimônia que foi prestigiada pelos Gestores das Unidades Escolares, equipe da SEDUC, Educadores, alunos e funcionários da Educação. Na ocasião, houve a execução dos Hinos Nacional, de Pernambuco, Taquaritinga do Norte, apresentações culturais e logo depois, o Prefeito do Município, Exmo. Sr. José Evilásio de Araújo, enfatizou a importância da integração das escolas oportunizadas através do esporte e os benefícios da prática esportiva para a formação dos cidadãos.
 
 

 
            Na sequência, os atletas fizeram o seu juramento, os gestores das escolas receberam o troféu pela participação e assim, os Jogos Escolares- JET 2014- foram oficialmente abertos.
 
 

 

Texto: Professoras Eliane Brito e Verônica Correia.

Projeto ASPA de incentivo à leitura – 4º Concurso LER BEM

        


            No último dia 13 de agosto, aconteceu a 2ª etapa do Concurso LER BEM promovido pela ASPA (Associação Pernambucana de Atacadistas e Distribuidores) na cidade de Surubim. Na ocasião, participara 13 (treze) alunos representando os municípios da região e a nossa cidade, foi brilhantemente representada pelo educando Erick Henrique Natalício da Silva, de 9 (nove) anos da Escola Municipal Sebastião Ferreira de Lima (Comunidade do Algodão) que foi contemplado com um tablet pela participação no concurso.
            Este concurso é um grande incentivo da ASPA aos alunos dos anos iniciais do Ensino Fundamental e através desse Projeto e dos demais incentivos a nível de escola buscamos um desenvolvimento relevante na leitura dos nossos alunos bem como, no seu desempenho cognitivo.





terça-feira, 19 de agosto de 2014

ALFABETIZAR NA IDADE CERTA É PRECISO



Continuamos avançando nesse processo.

Momento de estudo.
 
         O Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa é um compromisso formal assumido pelos governos federal, do Distrito Federal, dos estados e municípios de assegurar que todas as crianças estejam alfabetizadas até os oito anos de idade, ao final do 3º ano do ensino fundamental.
         Aos oito anos de idade, as crianças precisam ter a compreensão do funcionamento do sistema de escrita; o domínio das correspondências grafo fônicas, mesmo que dominem poucas convenções ortográficas irregulares e poucas regularidades que exijam conhecimentos morfológicos mais complexos; a fluência de leitura e o domínio de estratégias de compreensão e de produção de textos escritos.
 
         No Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa, quatro princípios centrais serão considerados ao longo do desenvolvimento do trabalho pedagógico:
1. o Sistema de Escrita Alfabética é complexo e exige um ensino sistemático e problematizador;
2. o desenvolvimento das capacidades de leitura e de produção de textos ocorre durante todo o processo de escolarização, mas deve ser iniciado logo no início da Educação Básica, garantindo acesso precoce a gêneros discursivos de circulação social e a situações de interação em que as crianças se reconheçam como protagonistas de suas próprias histórias;
3. conhecimentos oriundos das diferentes áreas podem e devem ser apropriados pelas crianças, de modo que elas possam ouvir, falar, ler, escrever sobre temas diversos e agir na sociedade;
4. a ludicidade e o cuidado com as crianças são condições básicas nos processos de ensino e de aprendizagem.
         Dentro dessa visão, o processo de alfabetização tem sido pra nós uma das principais prioridades na educação municipal, onde para isto trabalhamos continuamente e de maneira organizada e sistematizada com 29 professores alfabetizadores, estando distribuídos em 07 unidades escolares da rede.
         Diante esta nova realidade educacional, foi realizado hoje (19/08) mais uma reunião no prédio da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, entre a Coordenadora local do Pacto a Professora Maria Lúcia Ferreira e as Orientadoras de Estudo, as professoras Oselita Farias de Souza e Avany Pereira Barbosa para realização e apresentação do novo calendário de formação tendo e vista a realização dos desfiles cívicos em todo município.
Coordenadora local do pacto e orientadoras de estudo.
 
         Logo após o primeiro momento, realizou-se ainda estudos sobre o conjunto de materiais recebido do MEC, o qual será encaminhado aos docentes alfabetizadores composto por  um caderno de apresentação e dez cadernos com textos teóricos sobre os temas de formação, relatos de professores, sugestões de atividades e um livro manual de jogos.
Conjunto de materiais que serão distribuídos para os alfabetizadores.
         Contudo temos a convicção de que o recebimento e utilização deste material na formação e aplicação em sala de aula associado ao diálogo permanente com a equipe pedagógica da escola, em muito contribuirá para a garantia dos direitos de aprendizagem e desenvolvimento dos estudantes e para a melhoria da qualidade do ensino público.
 
 

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Objetivos do Milênio são trabalhados em Escolas Municipais




            Em 2000, a ONU – Organização das Nações Unidas, ao analisar os maiores problemas mundiais, estabeleceu 8 Objetivos do Milênio – ODM, que no Brasil são chamados de 8 Jeitos de Mudar o Mundo – que devem ser atingidos por todos os países até 2015.
            Juntos nós podemos mudar a nossa rua, a nossa comunidade, a nossa cidade, o nosso país.








         Nesse sentido, as escolas municipais vem desenvolvendo junto ao corpo discente vários trabalhos de incentivo e de conhecimento de causa, como exemplo mostramos um pouco do trabalho da Escola Municipal Sebastião Ferreira de Lima, na comunidade do Algodão, que  apresentou hoje (18/08/2014), os 8 jeitos de mudar o mundo, através de ações concretas dos governos e da sociedade, onde sua ação faz toda diferença. acreditamos que juntos nós podemos mudar a escola, a nossa rua, a nossa cidade, o nosso país. Eu posso, você pode, nós podemos mudar o mundo, nós podemos Algodão, nós podemos Taquaritinga.


Fotos: Professora Sônia Maria - Escola Sebastião Ferreira